Sustentabilidade

Brasil é um dos países menos tóxicos do mundo

Fonte : Engenhariae - Por: Any Karolyne Galdino

Poluição – um mal que a maioria das nações em todo o mundo ainda luta para combater.

No entanto, não é nenhuma surpresa que alguns lugares fazem muito melhor do que outros. Novos mapas desenvolvidos por The Eco Experts – uma empresa de painéis solares com sede no Reino Unido – mostra o ranking e revela os países mais tóxicos do mundo.

Eles compilaram os dados mais recentes da Agência Internacional de Energia e da Organização Mundial da Saúde. Foram classificaram cada nação dada a informação fornecida em cinco fatores únicos:

Consumo de energia per capita;

  • Emissões de dióxido de carbono provenientes da combustão de combustíveis per capita;
  • Poluição atmosférica;
  • Mortes atribuíveis à poluição atmosférica por 100.000 habitantes;
  • Produção de energia renovável.

Esses fatores culminaram em um ranking global de toxicidade. A equipe da Eco Experts disse:

“Agora é mais importante do que nunca que os países em todo o mundo lancem iniciativas sérias para combater a mudança climática, a fim de salvar a Terra de consequências catastróficas”.

 

Os países mais tóxicos

Os 10 países mais tóxicos, de acordo com os peritos da Eco, são: Kuwait, Bahrain, Qatar, Emirados Árabes Unidos, Omã, Turcomenistão, Líbia, Cazaquistão e Trinidad e Tobago. O Reino Unido está em 81º lugar, enquanto os EUA é o 66º na lista.

 

Os países menos tóxicos

As nações africanas subsariana estão entre os 10 países menos tóxicos e o Quênia recebeu o título de menos tóxico do mundo. Os únicos países não africanos na lista dos menos tóxicos são Indonésia (7ª) e Brasil (9ª).