Cidadania

Alunas constroem a própria escola de balé no Complexo do Alemão

Fonte : Só noticia boa

Uma escola de balé está sendo construída por alunas e professora no Complexo do Alemão, um das maiores favelas do Rio de Janeiro. Sim, elas deixaram as sapatilhas de lado para pegar no pesado. Não esperaram ajuda de governos para realizar o sonho.

Fotos das alunas transportando blocos e sacos de cimento pelas ruas estreitas da favela mostram o progresso da obra. (Fotos abaixo) Elas estão sendo postadas no Instagram pela bailarina brasileira Tuany Nascimento, que fundou o projeto Na Ponta dos Pés.

“O centro cultural Na Ponta dos Pés é mais que dança, é uma prova de que podemos fazer qualquer coisa”, afirmou Tuany ao Vice.

A construção do centro comunitário começou no final de fevereiro e o local finalmente está tomando forma.

Para deixar sua marca no prédio, as garotas escreveram seus nomes em alguns dos blocos e coloraram cartas sobre suas ambições nos vãos das paredes.

“Este é um lugar para protagonismo e força”, afirmou Tuany.

Como

Elas conseguiram dinheiro para as obras depois do documentário Balé & Balas: Dançando pra Fora da Favela, lançado no ano passado pela Vice. (vídeo abaixo)

Nele, a bailarina brasileira Tuany Nascimento conta a história do Na Ponta dos Pés – a escola de balé que fundou.

Quando o documentário saiu, em outubro, foi lançada também uma campanha de financiamento coletivo para ajudar Tuany a construir um centro comunitário em seu bairro.

Em apenas uma semana a campanha atingiu seu objetivo de £5 mil – quase R$25 mil – e recebeu mensagens de apoio vindo do mundo todo.

O dinheiro levantado quase dobrou desde então.

Santuário

O prédio vai funcionar como um santuário para Tuany e suas alunas.

“Neste momento para o Brasil, construir nosso espaço é mais que a realização de um sonho – é um poderoso grito de resistência”, disse Tuany.

Foto: reprodução / Vice

Foto: reprodução / Vice

O prédio em 23/05/2019 - Foto: reprodução / Instagram