Mundo animal

Adoção do cãozinho mais velho de abrigo emociona funcionários e voluntários

FONTE: PORTAL DO DOG - Por:Andrezza Oestreicher

Além da raça e até da cor, muitas pessoas também ainda levam em consideração a idade dos cachorros na hora de escolher um animal para adotar. Os sem raça definida, os de cor preta e os idosos são sempre os mais difíceis de serem adotados e os que têm menor chance de encontrarem uma família.

Por ficarem mais debilitados, apresentarem mais problemas de saúde e precisarem de um cuidado maior, os cães idosos também são os mais abandonados pelos tutores. Esse abandono acontece no momento em que eles mais precisam de amor, no final de suas vidas.

Porém, felizmente, ainda existem pessoas bondosas e com o coração cheio de amor que se preocupam com estes animais e fazem de tudo para que eles tenham um final de vida digno e feliz. O pequeno Tristan e sua mãe fazem parte deste grupo de pessoas.

O menino e sua mãe desejavam adotar um cãozinho pequeno e que adorasse receber carinhos e abraços. Para isso, eles foram até um abrigo animal chamado Animal Rescue League of Iowa, nos Estados Unidos.

A equipe do abrigo decidiu, então, apresentar Tristan ao cãozinho Shey, um pequeno Poodle de 14 anos de idade que havia sido entregue pelos próprios tutores há quatro meses.

Shey era o cãozinho mais velho do abrigo e não existia ninguém interessado nele. Além da idade, o cachorro tinha uma série de problemas de saúde que tornavam sua adoção ainda mais difícil.

Ao ser deixado no abrigo, Shey passou por exames que detectaram que ele estava surdo, meio cego e sofrendo com problemas dentários que tinham lhe deixado só um dente na boca. Ele também precisava ser castrado e tinha que receber cuidados especiais.

Porém, nenhuma dessas condições que afastaram possíveis adotantes incomodou o menino Tristan.

Todos que assistiram o encontro do menino com o cão idoso disseram que o rosto de Tristan se iluminou ao ver o peludinho, assim como Shey, descrito como um animal muito doce e que gosta da companhia humana, pareceu se mostrar bastante seguro com o novo amigo.

A equipe do abrigo explicou cuidadosamente para Tristan e sua mãe todos os cuidados especiais que Shey precisaria receber pelo resto de sua vida. O menino escutou tudo com muito cuidado e ainda fez questão de anotar em seu celular, para não esquecer nada.

Ao final, o menino disse que tinha um lugar especial em seu quarto para o amigo canino ficar e todos perceberam que naquele breve contato, o amor pelo cão já tinha tomado conta do coração de Tristan.

Após o abandono, o cãozinho Shey encontrou a família certa para lhe dar todo o cuidado e amor que ele merecia no final da sua vida.

 

Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Please let us know your name.
  2. Email
    Please let us know your email address.
  3. Captcha(*)
    Captcha
    Invalid Input