Cidadania

Olinda: catador de recicláveis abre escola para quem precisa

FONTE: QUEM INOVA

Um catador de itens recicláveis montou, há 34 anos, uma escola para crianças de baixa renda em Olinda. Chamada de Nova Esperança, a escola atende 90 crianças de 2 a 5 anos, que estudam pela manhã e à tarde em uma estrutura improvisada pelo catador.



Essa história faz parte da série para o movimento Sou Responsável, cuja meta é estimular o protagonismo dos brasileiros. Nesta eleição, o Catraca Livre e o Instituto SEB de Educação decidiram apoiar essa campanha para ajudar o brasileiro a ser parte das soluções, e não do problema.

Desde que começou a funcionar, centenas de crianças já passaram pela escola. De acordo com informações da TV Jornal, grande parte do material usado no colégio foi doada. As famílias de cada criança contribuem com R$ 30 por mês para ajudar a pagar o salário das quatro professoras.

O catador de recicláveis responsável pela escola é Sebastião Duque. Ele mantém a instituição com o dinheiro da venda do material que recolhe, além das contribuições. Muitos dos profissionais que atuam no colégio estudaram ali, se formaram e voltaram para colaborar com trabalho e doações.

Duque trabalhou como palhaço e vendedor de raspadinha antes de se tornar catador. O paraibano de Água Branca tem 64 anos e não esconde o carinho que sempre teve pelas crianças. "Que Deus ilumine os caminhos delas, dos pais e das mães. Para poder progredir, a gente tem que lutar", disse.

 

Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Please let us know your name.
  2. Email
    Please let us know your email address.
  3. Captcha(*)
    Captcha
    Invalid Input