Preconceito

Garoto de 18 anos faz sucesso na web ensinando crochê

FONTE; R7  - Por:  Giorgia Cavicchioli

Aos 10 anos de idade Pedro Victor observava suas tias fazendo crochê. Hoje, aos 18 anos, o jovem inspira muitas outras pessoas a fazer arte por meio de tutoriais na internet. Ao todo, o adolescente tem mais de seis mil pessoas que estão inscritas em seu canal do YouTube.

A ação dele na internet começou com uma conta no Instagram no ano passado. Depois disso, ele foi para o Facebook e também iniciou a postagem de vídeos.

“Pedro Crochê”, como é conhecido nas redes, diz que a idade dos seus seguidores varia muito. Pessoas de 12 a 90 anos já conversaram com ele e mostraram interesse em aprender a sua arte. Uma das questões que chama a atenção do jovem é que ele está difundindo esse tipo de arte entre os mais novos.

— Já recebi muitas mensagens de mães que estão felizes, pois os filhos estão querendo aprender depois de ter visto meus vídeos.

O garoto que mora em Belém do Pará também relata que faz sucesso com pessoas dentro e fora do Brasil. Ele já chegou a receber mensagens da Suíça e do México, por exemplo.

Mesmo recebendo muitas mensagens de apoio e incentivo, Pedro afirma que ainda existem pessoas que se chocam com um homem fazendo crochê.

— É tipo um choque para a sociedade. Desde cedo eu ouço várias palavras de preconceito. Mas aprendi a driblar isso e todo dia [estou] quebrando esse velho tabu.

O artista diz que está terminando o ensino médio e que quer fazer medicina veterinária e vender roupas de animais de crochê quando conseguir seu petshop.

— Ainda não ganhei dinheiro pela internet, mas pretendo trabalhar utilizando a internet e o crochê juntos. Recebo algumas encomendas e vendo.

 

Cadastre-se em nosso informativo
  1. Nome
    Please let us know your name.
  2. Email
    Please let us know your email address.
  3. Captcha(*)
    Captcha
    Invalid Input