Terceira Idade

Idosa de 80 anos realiza o sonho de ler e escrever em Goiás

FONTE: RPA

"Meu pai falava que filha mulher não precisava estudar." 

É clichê dizer que nunca é tarde para aprender, mas não custa nada reforçar. E ninguém melhor do que a dona Ephigênia Soares de Jesus para provar. Ela aprendeu a ler e escrever aos 80 anos de idade.

Moradora de Goiás, ela é aluna de um programa de alfabetização para adolescentes, adultos e idosos. O curso é oferecido a pessoas que não concluíram o ensino fundamental e que não desistiram de aprender a ler e escrever.

“Ter um aluno com 80 anos pela primeira vez na escola é um desafio. Mas, isso é muito bom! Ela está com o desejo de aprender a ler e escrever. Então, isso vai facilitar muito o nosso trabalho”, explica a professora Regina Célia Prado, em entrevista para um jornal local.

“Eu morava na roça. Meu pai falava que filha mulher não precisava estudar. Aqui, eu vou aprender muita coisa boa. Eu vou longe, com certeza”, bradou a dona Ephigênia, mãe de 4 filhos e avó de 12 netos, demonstrando que os sonhos nunca envelhecem e que tudo é uma questão de tempo: basta acreditar e ir atrás deles.