Fonte: Paranashop - Imagem: Pixabay

Ao invés de casas amplas, pessoas da melhor idade têm optado por condomínios motivados por mais segurança, acessibilidade, opções de lazer e áreas de convívio social.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que até 2060 o número de pessoas da terceira idade (com 60 anos ou mais) triplique e passe dos atuais 29 milhões para 66,5 milhões. Seria uma espécie de “funil etário”, com mais idosos do que crianças. No Brasil, a população nessa faixa de idade é responsável por até 20% do consumo registrado no país anualmente. Com o aumento da expectativa de vida e do poder de compra, esse público se transformou em um grande mercado consumidor, de produtos, bens e serviços. Antenado a esse cenário, o setor da construção civil vem se moldando para atender as necessidades do público da terceira idade. Hoje em dia, muito se percebe a mudança no perfil de consumo dos imóveis, com os idosos optando por viver em condomínios por questões de segurança, lazer e sociabilidade, ao invés de casas mais amplas, como ocorria no passado.

Para a diretora comercial da Realmarka Construções, Kalliany Real, essa é uma tendência que vem sendo observada há bastante tempo. “Muitos idosos que vivem sozinhos, ou com seu cônjuge, tem dado preferência a condomínios devido a questões de segurança, principalmente. Ter uma portaria 24 horas, com uma pessoa cuidando da entrada das pessoas, os faz ter uma sensação de segurança maior. Além disso, muitos condomínios possuem áreas de lazer e de convívio social. Sendo assim, eles podem fazer sua caminhada, por exemplo, sem sair de dentro do condomínio. Eles têm a possibilidade também de se socializarem mais facilmente com os vizinhos nas áreas comuns, evitando assim o isolamento e, consequentemente, possíveis quadros depressivos”, comenta Kalliany.

Segundo a médica geriatra do Hospital do Idoso de Curitiba, Franciele Menezes, a independência que essa situação proporciona é positiva, porém, deve vir acompanhada de cuidados. “Idosos que moram sozinhos podem estar expostos a alguns riscos sociais e de saúde. Eles podem por exemplo sofrer um acidente doméstico e se machucar dentro de casa. Nesse caso, é importante que o idoso tenha por perto pessoas que possam auxiliá-lo. Por isso, viver em espaços coletivos como condomínios pode trazer inúmeros benefícios para a população 60+”, opina a médica. Kalliany Real complementa dizendo que a interação possibilitada por esses ambientes coletivos pode ser muito vantajosa para os moradores mais velhos. “Em nossos empreendimentos temos espaços como o Fireplace (uma espécie de lareira ao ar livre), hortas comunitárias, redário, locais para Pets e espaços ao ar livre que podem ser aproveitados pelo condomínio para criar ambientes propícios para essa convivência”, afirma a empresária.

Segurança e conforto

A sensação de segurança que um condomínio proporciona foi um dos motivos que levaram o aposentado Dair Santos Almeida, 65 anos, escolher um apartamento no condomínio Eco Village, em São José dos Pinhais. O local conta com portaria 24 horas, câmeras de monitoramento e um controle rigoroso de entrada de pedestres e veículos. “Sem dúvidas o fato de me sentir mais seguro fez toda a diferença na minha escolha. Vivi em casas por muito tempo e ter essa sensação maior de segurança é muito importante ”, resume Dair, pai de três filhos e que vai morar no local com sua companheira Dircileide.

Outro fator que pesou na decisão de Dair foi a estrutura de lazer e o conforto que o condomínio proporciona. “Além da questão da segurança, outras coisas me chamaram a atenção, como por exemplo o bosque que o condomínio possui, onde vou poder fazer minhas caminhadas, também o acesso aos apartamentos com estrutura de elevador, garagem coberta, salão de festas, uma brinquedoteca para brincar com meus netos. Esse conjunto de fatores me fez tomar a decisão de viver aqui”, afirma Dair.

Sobre a Realmarka Construções
A Realmarka é uma das construtoras que mais cresce em Curitiba e Região Metropolitana. A empresa se destaca por seus empreendimentos diferenciados, investindo em tecnologia sustentável, com foco no desenvolvimento de moradias com atributos voltados à qualidade de vida e bem-estar dos moradores. Conheça mais sobre a construtora e seus empreendimentos em www.realmarka.com.br ou pelo telefone (41) 3532-4505.